Bienal de Dança

Dançar limites


O corpo que se expressa estabelece relações com o espaço que ocupa. Encontra em elementos internos ou externos eventual motivo para seus movimentos. Também opera a partir de limites de diferentes naturezas, podendo se circunscrever a eles ou desafiá-los. Indissociável daquilo que ocorre na mente e no espírito, o corpo é dispositivo que cria gramáticas, que por sua vez são fruto da amálgama entre ele e essas outras dimensões.

Contexto que atravessa nossos corpos há mais de um ano e meio, a atual pandemia traz contingências que constantemente fazem surgir novos modos e novas dinâmicas nos terrenos da criação estética e sua fruição, assim como da própria ação cultural e educativa. Ainda assim, mesmo com a incerteza como tônica, tal perspectiva não foi capaz de refrear algo que nos caracteriza como seres munidos de linguagem: a expressão.

O caso da dança faz parte desse movimento, que se confirma pela pluralidade de artistas que abriram suas casas para que o público pudesse acompanhar – por meios digitais, é preciso dizer – o que de mais atual é criado nessa manifestação, mantendo ativa sua cadeia produtiva. Agora, o público tem a oportunidade de vê-los em seus habitats naturais, mesmo que ainda à distância.

Dedicada a este panorama e atenta aos diferentes territórios do país e de fora dele, a Bienal Sesc de Dança chega à sua 12ª edição e segue pela via na qual obra e público ainda se veem mediados por câmeras e telas, dando seguimento aos protocolos sanitários necessários nos dias atuais. Realizada entre os dias 2 e 10 de outubro de 2021, tem em sua programação apresentações nacionais transmitidas ao vivo, de forma on-line e a partir do Sesc Campinas – sua atual sede -, e outras unidades do Sesc na cidade de São Paulo, além da disponibilização de gravações de espetáculos de diferentes países, mostra de videodança, coleção de filmes, residência artística e ações formativas, enfatizando a vocação socioeducativa da cultura.

Ao saírem de suas casas, que serviram por um bom tempo como palcos provisórios, e dançarem em teatros, praças e outros espaços e, ao investirem em linguagens com alta voltagem de experimentação, como a videodança, esses artistas nos dão a oportunidade de ver coreografias acabadas ou que ainda se encontram em processos de criação, e que frutificaram em um contexto inegavelmente difícil. Essa diversidade de criações e modos de fruição sublinham a ideia de que a arte é motor humano e, mesmo em situações extremas, é hábil em reinventar a maneira como ocupa lugares, confronta limites e se afirma como grafia contemporânea de um mundo permeado por incertezas, ao mesmo tempo que por potências.

Danilo Santos de Miranda
Diretor Regional do Sesc São Paulo


Acesse a Carta de Princípios Culturais.


SESC – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO  

ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DE SÃO PAULO  

PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL
Abram Szajman 

DIRETOR DO DEPARTAMENTO REGIONAL 
Danilo Santos de Miranda  

SUPERINTENDENTES
Técnico-social
Joel Naimayer Padula  Comunicação Social Ivan Giannini  Administração Luiz Deoclécio, Massaro Galina  Assessoria Técnica e de Planejamento Sérgio JoséBattistelli

GERENTES
Ação Cultural Rosana Paulo da Cunha  Estudos e Desenvolvimento Marta Raquel Colabone  Artes Gráficas Hélcio Magalhães  Atendimento e Relacionamento com Públicos Milton Soares de Souza  Centro de Produção Audiovisual Silvana Morales Nunes  Desenvolvimento de Produtos Évelim Moraes  Difusão e Promoção Marcos Ribeiro de Carvalho  Sesc Digital Fernando Amodeo Tuacek

Desenvolvimento de Pessoas Cecília Camargo Maman Pasteur  Tecnologia da Informação Elias Cesco  Assessoria Jurídica Carla Bertucci Barbieri  Assessoria de Relações Internacionais Áurea Leszczynski Vieira Gonçalves  Assessoria de Imprensa Ana Lúcia de LaVega

UNIDADES
Campinas Hideki Yoshimoto  Consolação Mariangela Abbatepaulo Guarulhos Oswaldo Almeida Junior  Pompeia Mônica Carnieto Vila Mariana Erika Mourão T. Dutra  24 de Maio Paulo Sérgio Casale

Bienal Sesc de Dança 2021
Coordenação Geral Hideki Yoshimoto  Coordenação Executiva
Christine Villa dos Santos, Fabricio Floro e Talita Rebizzi  Curadoria Ana Dias, Christine Villa dos Santos, Fabiano Maranhão, Fabricio Floro, Felipe Diniz, Maite N. Lacerda Soares, Maurício Ricci, Marcos Villas Boas, Natalia Martins, Natalia Nolli, Priscila Sayuri O. Fukuda, Rani Bacil Fuzetto, Talita Rebizzi, Tatiana Busto Garcia, Thiago Aoki  

Equipe
Alcimar Frazão, Alexandre Porto, Aline Ribemboim, Ana Carolina Rios Gomes, Ana Dias, André Queiroz, Andreia Dorta, Ariane Magalhães Campos, Camila Machado, Carlos Rodolpho T. Cabral, Carolina Reis Silveira, Cássio Quitério, Célia Cassiano, Cristiane de Freitas Gil, Cristiane Komesu, Cynthia Petnys, Daniel Tonus, Denise Andrade Ventura, Erica Georgino, Fabiana de Paula, Fernanda Borges, Fernando Almeida Bisan, Fernando Hugo da Cruz Fialho, Filipe Augusto de Miranda, Flavia Lopes Marques, Francisco Santinho, Frederico Zarnauskas, Gabriela Borsoi, Gabriella Rancan, Heloisa Pisani, João Paulo Leite Guadanucci, Johnny Queiroz Abila, José Eduardo Ruiz, José Gonçalves Junior, Juliana Ramos, Julio Pompeu, Julieta dos Reis Machado, Leonardo Nicoletti, Karina C. L. Musumeci, Kelly Adriano de Oliveira, Mara Rita Oriolo de Almeida, Marcio Rogerio Rocha, Marcos Henrique da Silva, Marina Gomes, Naianne L. Araújo Conceição, Nóbrega Arimateia Salles, Patricia Dini, Patrícia Piazzo, Patricia Piquera Vianna, Priscila Sayuri Fukuda, Renato Perez, Renato Shigueru Yoshinaga, Ricardo Tacioli, Rogerio Ianelli, Sara Centofante, Sérgio Pinto, Sérgio Segal, Suamit Marques Barreiro, Tatiana Fukuhara Borges, Thiago Freire, Tiago Marchesano, Valéria Taveiros, Valquiria Pinheiro, Vânia Rangel, Willians Mota.

Foto e vídeo Lara Dias  Produção de texto  Valmir Santos e Graziela Delalibera Revisão de texto Samantha Arana  Tradução Afonso Dal Bó Assessoria de imprensa Adriana Balsanelli e Renato Fernandes Transmissão Wellington Medeiros Barbezan  Editoria Web Maria Luisa Barsanelli Design Gráfico Aline Soares e Ricardo Mendes  Bailarinos foto e vídeo Diogo Granato, Douglas Iesus, Eliana Santana, Estela Lapponi, Luís Arrieta, Rosângela Silva  Tradutores Antonella Cordio, Cecilia Frei, Cristiano Borges, Georgia Rodriguez Turano, Leslie Benzakein, Maria Aparecida Vieira, Mariane Comparato, Sandra de Angeli  Intérpretes de libras Crislaine Silva, Elder Chagas, Flávia Chagas.

 

 

Edições Anteriores

Compartilhe

Programação Ao Vivo | out 2021